Buscar
  • Alexandre Pilati

Poesia: pó de chão pisado


TUTANO é o livro de poemas mais recente de Leonardo Almeida Filho. A obra, que reúne poemas escritos antes da pandemia, é ácida, como que numa antevisão de que o terrível pode sempre estar à espreita e invadir a cena.

A poesia do TUTANO nasce de uma perspectiva dura diante da vida humana e dos dilemas mais intensos da voz lírica.

Montado em diálogo febril e irônico com a tradição, o livro dá vez a uma postura crítica diante das coisas do mundo que, todavia, não se compraz com o desencanto.

É um conjunto de poemas noturnos, em modo menor, que procura provocar os silêncios do leitor, a fim de que agonias e dilemas partilhados entre quem cria e quem lê se sublinhem, se retroalimentem e explodam em inquietação.

Num de seus grandes versos, grava o autor: "a poesia traz pó de chão pisado". Nesse pó, o tutano de toda arte.

4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo