Site oficial
* Literatura * Crítica * Poesia * Cultura *

Tangente do cobre vencedor do Prêmio Candango 2022 (categoria autor de Brasília)

Editora Laranja Original
307762919_550981760361763_5934106363250137009_n.jpg
Alexandre Pilati

Nasceu em Brasília em 1976. É poeta e crítico literário. Já publicou os livros de poemas sqs 120m2 com dce (2004); prafóra (2007) e e outros nem tanto assim (2015). Em 2009 publicou A naçao drummondiana um conjunto de quatro ensaios sobre a obra do poeta brasileiro Carlos Drummond de Andrade.

 

É doutor em  literatura brasileira da Universidade de Brasília, onde é professor efetivo desde 2009.

 
Alexandre Pilati

Nasceu em Brasília em 1976. É poeta, crítico literário e professor de literatura.

 

Já publicou os livros de poemas sqs 120m2 com dce (2004); prafóra (2007), e outros nem tanto assim (2015),  Autofonia (2018), Tangente do Cobre (2021), Meu coração e outros poemas/ Il mio cuore e altri poemi (Antologia poética bilíngue - Português/Italiano - 2021) e Sob linóleo vermelho (2022).

Em 2009 publicou A nação drummondiana (Ed. 7letras) um conjunto de quatro ensaios sobre a obra do poeta brasileiro Carlos Drummond de Andrade. Em 2017 lançou o livro Poesia na sala de aula (Ed. Pontes), que discute o lugar e a função da literatura em ambientes de ensino. Traduziu para o português o livro de poemas As cinzas de Gramsci (2022), de Pier Paolo Pasolini. Foi o responsável técnico pela elaboração da Proposta curricular para cursos de literatura brasileira nas unidades da rede de ensino do Itamaraty no exterior (FUNAG, 2019) e também um dos organizadores do Panorama da contribuição do Brasil para a difusão do Português (FUNAG, 2021).

 

O livro Tangente do Cobre venceu a Edição da 2022 do Prêmio Candango de Literatura na Categoria Autor de Brasília. O livro Sob linóleo vermelho foi selecionado entre mais de 300 obras para publicação na chamada de 2021 da região centro-oeste da Editora Urutau. 

É mestre e doutor em  literatura brasileira pela Universidade de Brasília, onde é professor efetivo desde 2009. Realizou estudos críticos sobre a obra de Ferreira Gullar, Carlos Drummond de Andrade, Pier Paolo Pasolini, Francisco Alvim, entre outros. 

Livros

sqs 120m2 com dce (2004)

Autofonia (2017)

capa tangente.webp

Tangente do cobre (2021)

prafóra (2007)

Poesia na sala de aula (2017)

capa_sob_linóleo.jpg

Sob linóleo vermelho (2022)

A nação drummondiana (2009)

capa-meucoracaoeoutrospoemas-frente-alta

Meu coração e outros poemas (2021)

fe526a_841666d62fbb47d5bfaf396cd77e0bf2~mv2.png

As cinzas de Gramsci (2022)

- tradução e estudo -

o raio que não cessa.jfif

O raio que não cessa (2022)

- tradução e estudo -

 
Na imprensa

Lançamento do Livro Tangente do cobre (Ed. Laranja Original)

 
 
 
Eventos
Debate de lançamento do livro 
E outros nem tanto assim (2015)

Poesia em Brasília - Brasília em Poesia com Chico Alvim e Nicolas Behr